30 de agosto de 2011

As Lendas Irlandesas

"Muitas lendas irlandesas provêm de uma cultura que remonta aos tempos pré-cristãos, cultura essa que se manteve praticamente intacta devido ao fato dos romanos nunca terem chegado a instalar-se na Irlanda e, consequentemente, o idioma ali falado não ter sido afetado pelo latim. Também houve uma forte tradição oral e a existência de várias escolas druídicas que permitiram passar, de geração em geração, ensinamentos e conhecimentos dessa cultura.

Quando, a partir do século V, o cristianismo chegou à ilha, os copistas registraram também as antigas histórias irlandesas que foram divididas em quatro diferentes grupos ou ciclos: o Ciclo Mitológico, o Ciclo do Ulster, o Ciclo Feniano e o Ciclo Histórico ou dos Reis.

O Ciclo Mitológico (pré-cristão) conta a história de um povo de Deuses chamado Tuatha de Danann, que combateu e venceu outro povo, os Fomorianos, que viviam nas ilhas que rodeavam a Irlanda. Posteriormente, os Milesianos - os antepassados diretos dos atuais irlandeses - derrotaram os Dananns, que se refugiaram no mundo subterrâneo (o Sídhe).

As histórias do Ciclo do Ulster (norte da Irlanda), da era cristã, têm a ver principalmente com o rei Conor McNeasa e os seus valorosos Cavaleiros do Ramo Vermelho, sendo que o mais famoso deles é CuCulainn.

O Ciclo Feniano ou de Fianna, é posterior aos Cavaleiros do Ramo Vermelho, cerca de três séculos, e conta a história de um grupo de guerreiros de elite que andava por toda a Irlanda.

E, finalmente, o Ciclo Histórico ou dos Reis, trata dos Grandes Reis de Tara, na região central irlandesa de Conny Meath, prolongando-se no tempo até cerca do ano 1000 d.C." Por Brendan O’Dwyer.

Leia também em: Visão geral sobre os mitos celtas

Rowena Arnehoy Seneween ®
Pesquisadora da Cultura Celta e do Druidismo


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Fáilte... Bem-vindo(a)!