4 de junho de 2012

Estudos do Ogham - 3RC

O nome das letras ogâmicas é "fid" (singular) e "feda" (plural) em irlandês antigo. No irlandês moderno são: "fiodh" e "feadha".

Encontram-se em grupos com séries de cinco letras cada, originalmente, e continham apenas as quatro primeiras séries. A quinta série "forfeda", tinha os primeiro cinco e depois mais seis letras de sons importados de outras línguas e que não existiam na língua irlandesa.

A linha central representa o tronco de uma árvore "flesc" e os traços, os galhos. Escrito na horizontal, em manuscritos, da esquerda para a direita e na vertical, em pedras, de baixo para cima (como se escalasse uma árvore); iniciados pelo símbolo "eite" (pena) e terminados com "eite thuathail" (pena invertida).

As palavras eram separadas por "spás" (espaço).


"No tempo de Bres, filho de Elatha rei da Irlanda, o Ogham foi inventado por Ogma, um homem bem qualificado no discurso e na poesia e foi à partir das árvores da floresta, que os nomes foram dados às letras do Ogham." - O Tratado do Ogham.

Vamos estudar e praticar cada vez mais o Ogham!

Leia mais em: Estudos do Ogham - Introdução

Rowena Arnehoy Seneween /|\
Pesquisadora da Cultura Celta e do Druidismo.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Fáilte... Bem-vindo(a)!