23 de maio de 2017

Fidnemed an Síd

O projeto semente Fidnemed an Síd está ligado ao grupo Caer Siddi e é voltado àqueles que já possuem uma noção básica da Cultura Céltica, Druidismo e Reconstrucionismo Celta. Nosso propósito é vivenciar a espiritualidade celta como crença viva, que inspira e conecta o homem aos Deuses, à natureza e à ancestralidade. Praticando o Druidismo através de meditações, estudos dos mitos celtas e da magia natural.

Ressaltando que Fidnemed an Síd, em gaélico, significa “Bosque Sagrado do Outro Mundo”. Uma inspiração que veio do livro Os Celtas de T. G. E. Powell (pág. 144), sendo que Fidnemed deriva de Nemeton.

As Nove Virtudes: Na Vida busque a Verdade, a Honra e a Justiça. No Caminho seja Forte, Leal e Corajoso e na Jornada cultive a Generosidade, a Hospitalidade e a Perseverança. Que assim seja!



Bênçãos do Céu, da Terra e do Mar!

Rowena Arnehoy Seneween ®



17 de dezembro de 2016

Um novo ciclo...

"Veja onde brilha o caldeirão
No firmamento dos céus
O círculo das estrelas
Na corte de Arianrhod."

Feliz Solstício /|\



As novas conexões:
Instagram e Espaço Infinite

Rowena Arnehoy Seneween ®


20 de junho de 2016

A Lua do Gamo e Fionn

Feliz Solstício! ♡ ‪

Na inspiração do Gamo
Fionn caminhou por entre mundos
Centrado nos dois poderes
Os quatro ventos ele saudou

Deuses, ancestrais e o sídhe
Em cada um dos três reinos
Espiralou na roda ascendente
Onde uma mensagem se revelou

A Bétula para renovar,
O Espinheiro-branco para encantar,
A Videira para a alma embriagar,
O Pinheiro para as vozes divinas ecoar

Mas apenas o Salmão o conduziu
Através do Bosque Sagrado
Na sabedoria do tempo
E na plenitude dos elementos

Seu corpo fundiu-se as rochas
E conheceu o segredo da mais Sábia
Que nas noites frias do inverno
Acalentava o seu coração...

Rowena Arnehoy Seneween ®
Todos os direitos reservados.



Créditos da imagem: Don Maitz

Bênçãos do Céu, da Terra e do Mar!


1 de janeiro de 2016

Ano civil 2016

No tarot de Marselha o novo ano civil 2016 ( 2 + 0 + 1 + 6 = 9 ) é regido pela carta do Eremita - que nos diz sobre perseverança, discernimento e sabedoria - e tem a correspondência nas cartas de Llewellyn a figura enigmática de Manawydan, correlato irlandês de Manannán Mac Lir, o Senhor do portal entre os mundos, filho do mar e que conduz às emoções no Caldeirão do Movimento (Coire Érmai).

Por analogia ao número nove (número de plenitude) temos o Fid do Ogham Coll (Aveleira) que também rege a sabedoria, a poesia e a inspiração. Símbolos de força e poder quando usados com sapiência.

Então, que venha 2016! /|\



Oráculos: Atendimento e informações

Rowena Arnehoy Seneween ®


23 de setembro de 2015

II Conferência Paulista de Druidismo e RC

As meditações, visualizações e práticas devocionais feitas durante a Lua Nova e a Cheia são sugestões pessoais para nossas práticas druídicas e que nos auxiliam para aumentar a consciência e aguçar a percepção e, assim, reequilibrarmos a nossa energia, através de orações pessoais, inspiradas nos poemas de Carmina Gadelica ou Amergin.

O objetivo desta palestra é sugerir uma prática que proporcione disciplina, foco e motivação para contatar o Outro Mundo na busca de inspiração.


Bênçãos do Céu, da Terra e do Mar!

Rowena Arnehoy Seneween ®