20 de maio de 2021

Druidismo: Jornada da Alma

Entre fontes clássicas e acadêmicas, o Druidismo moderno emerge das sombras à luz da inspiração. Entrevista que fiz com Samuel Souza de Paula do Canal Consciência Próspera. Fáilte!



O que é Druidismo?

Podemos dizer que o Druidismo moderno é uma espiritualidade renascida e inspirada nesses antigos sacerdotes celtas, os Druidas – apesar de nem todas as tribos os reconhecerem através deste nome. O Druidismo é visto como um conjunto de práticas religiosas e movimentos filosóficos que surgiu a partir do séc. XVIII. Sendo assim uma religião politeísta, um caminho espiritual baseado no estudo da cultura céltica e nas gnoses pessoais, centrado na força da terra, que honra os espíritos da natureza, seus ancestrais, os Deuses antigos e que respeita toda a diversidade, na visão moderna.

Druidismo multifacetado

Com a crescente busca pelas antigas crenças europeias, a partir dos anos 80/90 surge o reconstrucionismo celta que é um movimento religioso e cultural que visa reconstruir e reviver de forma moderna as crenças dos celtas pré-cristãos, junto ao contexto do Druidismo histórico, respeitando as diferenças culturais e regionais desses povos.

Há várias formas de vivenciar o Druidismo moderno e uma delas é por meio do estudo dos seus mitos. Os celtas além de guerreiros e cultivadores, acreditavam em poderes mágicos que permeavam todos os aspectos da sua vida e que conjuravam para fins benéficos através de rituais cíclicos com a recitação dos mitos: as lendas sagradas que revivem a memória de suas divindades, ancestrais e espíritos da natureza.

Bênçãos de Centramento

Centrados nos poderes do Céu, Terra e Mar
Sinta o seu corpo agora ser abençoado.
Que haja paz e alegria ao reconhecer
Todos os sentidos como limiares sagrados.
No bosque, onde os reinos se encontram
Deixe a inspiração divina te levar para casa.
E permitir-se vivenciar o mistério além das palavras
O universo das possibilidades, a jornada da alma
Em torno da presença dos Deuses e não-deuses.

Bíodh sé... Que assim seja!

Rowena A. Senėwėen ®
Todos os direitos reservados.


19 de abril de 2021

Povos Originários: Os Ancestrais da Terra

Aos Ancestrais da Terra e à memória dos Povos Originários, ofereço neste dia a inspiração e a reflexão através do texto da amiga e escritora Lydia Gomes: “Há milênios, os Povos Originários habitam as terras hoje consideradas brasileiras.
Somente a partir do século XVI, com a colonização portuguesa, estes povos passaram a ser chamados de indígenas. Ao longo de cinco séculos, os Povos Originários têm sido explorados, violentados, escravizados, comercializados, caçados, humilhados e exterminados.

Seus direitos adquiridos são continuamente suprimidos e/ou ignorados. Suas terras ainda sofrem ataques. Seus costumes e crenças ainda são menosprezados por muitos. Suas necessidades continuam sendo esquecidas.

Se você pensa em índios tal qual lhe foi ensinado na escola - acreditando que a catequese forçada salvou suas almas, que a europeização os deixou mais próximos do que muitos consideraram como humano, que não deveriam existir direitos específicos tampouco a demarcação de terras -, talvez seja importante fazer uma reavaliação profunda dos seus conceitos; sugiro começar pelo espelhamento de situações e acontecimentos.

Contudo se, por outro lado, graças a um profundo senso de empatia e/ou uma maior consciência a respeito de diversidade e direitos humanos, você consegue, hipoteticamente, se colocar no lugar de cada ser oriundo dos Povos Originários, compreendendo o quão terrível para eles tem sido a violação de seus corpos, suas aldeias, seus costumes, suas vidas, este é o tempo exato para fazer sua voz ser ouvida em meio ao coletivo.

Fale sobre o assunto com seus familiares e amigos. Pesquise o que vem sendo feito no país, por instituições privadas e organizações não governamentais, em benefício dos Povos Originários.

Pesquise como governos de outros países têm se empenhado para reverter os danos por séculos de colonizações e use o resultado de suas pesquisas para cobrar ações públicas pertinentes e eficazes - bem diferentes do que tem nos apresentado o atual governo federal.

Some sua voz às vozes dos Povos Originários do Brasil.”

Que assim seja!

Rowena A. Senėwėen ®
Todos os direitos reservados.


21 de março de 2021

O Manto de Airmid

As ervas medicinais de Airmid são poderosas, oferecem curas para todas as partes do corpo. Simbolicamente, o número 365 nos diz como o tempo e as ervas podem cicatrizar todas as feridas. As ervas de Airmid têm efeito durante todo o ano solar, sejam frescas na primavera ou secas durante o inverno.

Elas têm o poder de trabalhar com as energias telúricas através dos ciclos da natureza, conectando as articulações e tendões do corpo às suas linhas de força. Nesses tempos difíceis, os quais a humanidade vivencia as mudanças ocasionadas por conta da pandemia, buscamos inspiração em seu manto sagrado e na poesia da Carmina Gadelica, de Alexander Carmichael.

Encantamento

"De osso a osso,
Veia com veia,
Bálsamo com bálsamo

De seiva a seiva,
Pele com pele,
Tecido com tecido

De sangue a sangue,
Carne com carne,
Tendão com tendão

De fibra a fibra,
Medula com medula,
Membrana com membrana."

E assim sempre foi feito!


Agora é a nossa vez de sermos o curador, encontrar a cura escondida e lançar nosso manto sobre o túmulo dos que estão perdidos neste e no Outro Mundo.

Imagem: Bocca Baciata de Dante Gabriel Rossetti.
Leia também: Celebrando as Colheitas.

Rowena A. Senėwėen ®
Todos os direitos reservados.